Imprimir esta página
Sexta, 13 Mai 2022

Agora é lei: Norma regulamenta tipos de motocicleta para serviço de mototáxi

{ampz:ampz_artigos}

As motocicletas para serviço de mototáxi deverão ter, a partir de agora, potência mínima de 125 cilindradas e no máximo dez anos de fabricação. É o que determina a Lei Complementar nº 250/2022, promulgada nesta sexta-feira (13) pelo presidente da Câmara do Rio, vereador Carlo Caiado (sem partido).

A norma promulgada altera o inciso I do artigo 8º da Lei Complementar nº 181/2017, que estabelecia como limite máximo de fabricação das motocicletas de até cinco anos. “Essa é uma categoria muito importante para o transporte em nossa cidade, pois tira os trabalhadores de locais de difícil acesso levando-os aos modais de transporte público”, ressaltou o presidente Caiado.

 

Os autores da lei são os ex-vereadores Thiago K. Ribeiro e Prof. Célio Lupparelli, e os vereadores Zico (Rep), Felipe Michel (PP), Carlo Caiado (sem partido), Cesar Maia (PSDB) e Marcelo Arar (PTB).

 

 

Veja também:

Ago 19, 2022

Câmara do Rio decide cassar mandato de Gabriel Monteiro

Com 48 votos favoráveis, a Câmara do Rio aprovou nesta quinta-feira, dia 18, o Projeto de…
Ago 17, 2022

Cidade poderá ter sistema de reutilização e reciclagem dos resíduos da construção civil e demolições

Para enfrentar o problema das toneladas de entulho que são gerados pelas construções na…
Ago 17, 2022

Comissão de Justiça e Redação da Câmara do Rio nega recurso de Gabriel Monteiro

Após reunião extraordinária na tarde desta quarta-feira, dia 17, a Comissão de Justiça e…
Ago 16, 2022

Órgãos públicos poderão exigir contratação de empresas que tenham deficientes em seus quadros

Nesta terça-feira (16), os vereadores da Câmara Municipal do Rio de Janeiro rejeitaram o…
Ago 15, 2022

Câmara do Rio promove roda de conversa para debater a violência obstétrica e os impactos na saúde mental materna

O auditório da Câmara do Rio sediou uma roda de conversa com o tema "Violência Obstétrica…