Sexta, 02 Junho 2023

51 alunos da rede municipal tomam posse como vereadores da Câmara Juvenil

Iniciativa pretende aproximar a sociedade do Poder Legislativo, formar novas lideranças e aprofundar o conhecimento sobre a cidadania e a participação democrática

Eduardo Barreto
51 alunos da rede municipal tomam posse como vereadores da Câmara Juvenil

“Espero que possam sair daqui futuros vereadores, deputados, governadores, prefeitos, presidentes e importantes agentes públicos que vão transformar a vida da nossa cidade”. Assim finalizou o presidente da Câmara Municipal, vereador Carlo Caiado (PSD), a cerimônia de posse dos 51 vereadores da Câmara Juvenil do Rio de Janeiro, realizada nesta sexta-feira (2), no Palácio Pedro Ernesto. 

Os novos parlamentares são alunos do 4º ao 9º ano das escolas da rede municipal, estudantes que já haviam sido eleitos para os grêmios estudantis e Conselho Escola Comunidade nas suas respectivas unidades de ensino, e terão mandato mandato de um ano na Câmara, representando, proporcionalmente, todas as Coordenadorias Regionais de Educação da cidade. 

Instituída pela Resolução 1577/2022, a Câmara Juvenil é fruto de uma parceria do parlamento carioca com a Secretaria Municipal de Educação (SME) para promover uma aproximação da sociedade com o Poder Legislativo, “de forma a levar os estudantes a conhecer as atividades legislativas e aprofundar a reflexão sobre a importância da democracia”, explica Caiado, autor da proposição. 

“Desde pequeno sempre quis ser político. Por isso, a minha expectativa é muito animadora. Hoje sou presidente do Grêmio da minha escola e fui eleito para representar os meus amigos. Essa vai ser uma experiência ótima. Hoje estou realizando o meu sonho”, ressalta Miguel de Almeida Thorpe, 12 anos, aluno da Escola Presidente Médice, em Bangu.

Cansada de conviver com piadas racistas, Siane Iasmim Santiago Albuquerque, de 12 anos, aluna da Escola Estácio de Sá, na Urca, diz estar se sentindo muito especial e confiante para desenvolver projetos que trabalhem o respeito a todas as pessoas, independentemente de cor, credo e raça. “Sinto-me honrada por ter tido o reconhecimento dos meus amigos e ter sido encorajada a disputar ser eleita presidente do Grêmio da minha escola. Sou filha de pai negro e não consigo aceitar qualquer preconceito. Somos todos iguais, por isso pretendo combater a discriminação e lutar pelo respeito e reconhecimento dos idosos”, diz. Já Leandro Bernardino Machado Guedes, 17 anos, aluno da Escola Emilinha Borba, em Sepetiba, revelou que seu objetivo como vereador é tirar as pessoas da rua, “construindo abrigos para que eles possam se refazer e reconstruir suas vidas”, disse.

Para o Prof. Célio Lupparelli (PSD), a ideia de trazer o aluno para conhecer a vida parlamentar tem um potencial transformador.  “Esses alunos já fazem parte de grêmios estudantis e do Conselho Escola Comunidade. Ou seja, eles já são lideranças. Com a Câmara Juvenil, esses jovens terão a chance de conhecer melhor como funciona o processo legislativo, de forma que eles possam aproveitar para trazer para a Casa de Leis as demandas da realidade onde vivem”, explicou. “Estamos despertando a cidadania não só por dar a conhecer a atividade parlamentar, mas por despertar a empatia nesses meninos e meninas para que possam resolver os problemas da própria comunidade onde vivem”, destacou Lupparelli. 

O subsecretário de articulação e integração da Secretaria Municipal de Ensino (SME), Hugo Nepomuceno, enfatizou a importância de participar de uma iniciativa como essa na vida dos estudantes. “Esse projeto é fantástico. Ficamos entusiasmados desde que chegou essa proposta da Câmara às nossas mãos. Nossa intenção é trabalhar a cidadania, a liderança dos nossos estudantes, a representatividade e potencializar o trabalho que eles já desenvolvem em suas comunidades. Eu mesmo, quando tinha 15 anos, fiz parte do Parlamento Juvenil da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e isso mudou a minha vida. Com um novo olhar sobre a cidade, sobre a busca de soluções e da forma como podemos atuar na sociedade, hoje sou subsecretário municipal, e devo à essa experiência essa oportunidade”, revelou.

Homenagens

Por meio de vídeos, personalidades enviaram suas homenagens aos novos vereadores mirins da Câmara Municipal. O prefeito Eduardo Paes destacou que ver 51 jovens das escolas municipais ocupando o Plenário do Palácio Pedro Ernesto tem um simbolismo muito grande e dá a certeza que a cidade está caminhando no rumo certo. “Quando o parlamento faz uma Câmara Juvenil, é justamente a realização daquilo que buscamos, que é formar uma consciência cidadã para construirmos uma cidade e um país melhor. Parabéns ao presidente Carlo Caiado e a cada menino e menina que serão vereadores júnior pelos próximos meses. E a vocês, eu deixo um conselho: sejam apaixonados pela cidade e ouçam as pessoas nas ruas. Levem para o Plenário o amor pelo Rio e por todos os cidadãos desta cidade”, alertou.

O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, destacou que esta é uma iniciativa muito importante. “Eu tive o prazer de coordenar o Parlamento Juvenil da ALERJ e sei o quanto isso é transformador. Aproveitem essa oportunidade de serem vereadores juvenis, no ano em que o palácio Pedro Ernesto completa 100 anos. Aproveitem essa oportunidade”, disse. Já o vereador e ex-prefeito Cesar Maia (PSDB) enfatizou que a atividade parlamentar exige tempo e experiência. ”Não tenho dúvida que os grandes parlamentares iniciaram suas carreiras assim, como jovens que se dedicavam ao parlamento e à aquisição de uma experiência que só no parlamento era possível. Essa iniciativa da Câmara Municipal é um exemplo de como se formam parlamentares. Parabéns a todos vocês e façam dessa oportunidade uma ferramenta para transformar vidas”.

A Mesa de Honra foi constituída pelos vereadores Prof. Célio Lupparelli (PSD), Mônica Cunha (PSOL) e Pedro Duarte (Novo), pelo subsecretário de articulação e integração da Secretaria Municipal de Ensino (SME), Hugo Nepomuceno, e pela gerente de Apoio à Gestão Administrativo-Pedagógica da SME, Maria de Fátima Monteiro. Também estiveram presentes a vereadora Tânia Bastos (Rep) e o Deputado Federal Reimont (PT). participaram por vídeo conferência os vereadores Vitor Hugo (MDB), Niquinho (PT) e Wellington Dias (PDT).

 

 

Veja também:

Abr 12, 2024

Violência obstétrica é tema do Câmara Rio Debate

O estado do Rio de Janeiro teve entre 2019 e 2023, uma média de sete casos anuais de…
Abr 12, 2024

Câmara realiza aula inaugural para receber legisladores mirins

Para dar início à 2ª legislatura do projeto Câmara Juvenil, os novos vereadores mirins da…
Abr 11, 2024

Câmara autoriza Prefeitura a contratar empréstimo de R$ 950 milhões

A Câmara do Rio aprovou em definitivo o PDL 310/2024, que autoriza o município a…
Abr 11, 2024

Receitas do Rio totalizaram R$ 41,88 bilhões no terceiro quadrimestre de 2023

A Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara do Rio, presidida…
Abr 11, 2024

Câmara realiza audiência para prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde a respeito do 3o quadrimestre de 2023

Investimentos acima do mínimo constitucional e o atendimento de todos que estavam na…
Última modificação em Segunda, 21 Agosto 2023 13:38

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia
Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121
E-mail: ascom@camara.rj.gov.br

Mapa do site



© 2021-2022 Câmara Municipal do Rio de Janeiro