Image
Image

Câmara Sustentável - Ecopontos

Ecopontos 

Os “Ecopontos” são locais destinados à coleta seletiva de resíduos especiais, que são separados e encaminhados à reciclagem e ao descarte ambientalmente adequado. Essa medida reduz a destinação de materiais aos aterros sanitários, contribuindo, assim, para a preservação do meio ambiente. 

Nos “Ecopontos” da Câmara do Rio, estão sendo coletados lacres de alumínio, tampinhas plásticas, pequenos eletrônicos, blísteres de medicamentos, pilhas e baterias. Com isso, estamos contribuindo para reduzir o despejo inadequado de resíduos nas vias públicas, o que ocasiona problemas de saúde, enchentes e alagamentos, além aumentar os gastos públicos com a limpeza urbana. 

Lacres de Alumínio: Os lacres de alumínio podem ser derretidos para criar novos produtos, como latas, utensílios de cozinha, componentes automotivos e muito mais. 

Tampinhas plásticas: O plástico pode ser derretido e moldado em novos produtos, como garrafas, embalagens, tubos e muitos outros itens. Ao reciclar tampinhas plásticas, economiza-se energia e reduz-se a necessidade de extrair e processar petróleo, um combustível fóssil, não renovável e extremamente poluente.

Eletrônicos: Além de conter uma variedade de materiais valiosos, como ouro, prata, cobre e outros metais, os componentes eletrônicos contêm substâncias tóxicas como mercúrio, chumbo e cádmio, que podem causar danos ao meio ambiente e à saúde humana. A reciclagem permite recuperar esses materiais para serem reutilizados na fabricação de novos produtos, reduzindo assim a necessidade de extrair matéria-prima da natureza. 

Blísters: Blísteres são embalagens de medicamentos, feitos, geralmente, com plástico e alumínio. Na reciclagem, esses materiais podem ser separados, processados e reutilizados.

Pilhas e Baterias: As pilhas e baterias contêm substâncias tóxicas que, descartadas de forma inadequada, podem contaminar o solo, a água e o ar. Em seu reaproveitamento, as pilhas e baterias são submetidas a um processo de reação química em que são recuperados sais e óxidos metálicos, utilizados na produção de corantes e pigmentos, e zinco,  reutilizado na confecção de novas pilhas e baterias. 

Responsabilidade Socioambiental 

A fila de espera por uma cadeira de rodas no Brasil é um dos maiores problemas enfrentados hoje pelo brasileiro com deficiência. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o país tem hoje cerca de 2 milhões de pessoas que precisam de uma cadeira de rodas para se locomover, mas apenas 10% consegue ter acesso ao equipamento, fornecido pelo Sistema Único de Saúde.

O objetivo da CMRJ é doar tampinhas de plástico e lacres de alumínio para ONGs e instituições que utilizam a renda auferida com a venda desses materiais para adquirir cadeiras de roda, doadas a pessoas em estado de vulnerabilidade.

Image

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia
Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121
E-mail: ascom@camara.rj.gov.br

Mapa do site



© 2021-2024 Câmara Municipal do Rio de Janeiro